Análise: Como ser ousado no Brasfoot?

Fala galera, nos dias atuais cada vez mais técnicos surgem usando novos estilos de jogos e fugindo de formas ultrapassadas, podemos levar como exemplo o time do Audax-SP, que conseguiu chegar a final do Campeonato Paulista, apesar das grandes equipes com melhores jogadores, a equipe conseguiu jogar muito e sempre pra frente.





Apesar de não ter sido campeão, e então, vocês se perguntam, “Como posso aplicar isso no Brasfoot ?”,




Sim! Vamos começar em um time pequeno e desconhecido, eu comecei no Rio Branco do Acre.

Análise - Como ser Ousado no Brasfoot

Esse é o time inicial da equipe, com o tempo jogando eu gostei da formação 4-5-1 que eu particularmente não uso muito, agora, vamos ver as características de alguns jogadores e depois a minha alteração na equipe


Análise - Como ser Ousado no Brasfoot


Os quatro jogadores selecionados, eles serão os “astros” da postagem, pois agora você vai implantar a ousadia no time:.



Análise - Como ser Ousado no Brasfoot



Esse é o time com as alterações, ainda temos um que não foi selecionado, que é o Romarinho, pois eu precisava de um ala ofensivo e o time não tinha, então eu o coloquei na posição, falando em não ter, essa tática ousada é pra ser usada mais em times pequenos, que provavelmente faltaram jogadores para exercerem tal posição, agora, por que eu fiz isso ? 







Simples, as CARACTERÍSTICAS, o Delciney e o Roberto Dinamite são volantes, porém, o Delciney tem uma característica boa pra um zagueiro, que é Des/Mar, que faltava em um zagueiro no time, então coloquei ele no lugar do Erick, que foi para o meio, sua característica é Des/Vel, ou seja, mais apropriado para o meio, o Roberto Dinamite e o Tiago Índio, eles são um caso a parte, pois o Tiago Índio pode ficar na zaga mesmo, mas eu preferi trocar, e recuei o atacante Lucas, que tem Finalização e Passe, para que ele trabalhe a bola com o meio campo.

Esse é o jeito de implantar um futebol ousado, claro, você só vai usar se faltar jogador para tais posições e se seus volantes forem mais defensivos que seus zagueiros.


Créditos: Victor Santos - Brasfoot Amazing

 
Design by Damázio Júnior